PLANTAS MEDICINAIS, AROMÁTICAS E CONDIMENTARES

O SETOR EM PLANTAS MEDICINAIS, AROMÁTICAS E CONDIMENTARES do Departamento de Agricultura da Universidade Federal de Lavras compreende o LABORATÓRIO DE CULTURA DE TECIDOS DE PLANTAS MEDICINAIS, o LABORATÓRIO EM FITOQUÍMICA E CONTROLE DE QUALIDADE, o HORTO MEDICINAL (com mais de 400 espécies medicinais), a FAZENDA GOTA DA ESPERANÇA e a FARMÁCIA GOTA ESPERANÇA. Seu objetivo é dar suporte a trilogia ensino, pesquisa e extensão na área de Plantas Medicinais na UFLA, a fim de gerar conhecimentos e serviços que possam beneficiar a comunidade científica, o setor produtivo e a sociedade em geral. No ensino o Setor de Plantas Medicinais oferece um curso de Pós-graduação Strictu sensu em Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares. Além disso, treinamentos e cursos na área de plantas medicinais para técnicos, produtores e comunidades. No Setor são desenvolvidas pesquisas na área de manejo agronômico, cultura de tecidos, fitoquímica qualitativa e quantitativa, controle de qualidade e atividades biológicas de plantas medicinais, cujos parceiros são a FAPEMIG, a CAPES, o CNPq e pesquisadores de outros Departamentos da UFLA e externos (UFMG, IFES, UFOP, EMBRAPA/CPATU, UFSJ, UESC). Na extensão os alunos estão implantando trabalhos de orientação a produtores rurais, construção de hortos medicinais comunitários (farmácias-vivas). Curso de Pós-graduação Strictu sensu em Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares (PPGPMAC): O curso é ofertado em nível de mestrado e doutorado, cujo processo seletivo ocorre uma vez por ano, com duas linhas de pesquisas: ‘Cultivo e manejo sustentável de Plantas Medicinais’ e ‘Bioatividade de Plantas Medicinais’. Maiores informações acessar o link: http://www.prpg.ufla.br/pmac/ No Laboratório de Cultura de Tecidos e Plantas Medicinais são desenvolvidas pesquisas na área de micropropagação de plantas medicinais, embriogênese e produção de metabólitos secundários in vitro. No Laboratório em Fitoquímica e Controle de Qualidade são desenvolvidos pesquisas na área de fitoquímica, desde a extração a identificação e quantificação de metabolitos secundários. A Fazenda Gota da Esperança é uma área de 6 ha destinada ao plantio de plantas medicinais ameaçadas de extinção, constituindo uma Reserva de Plantas Medicinais Ameaçadas de Extinção e para fins de pesquisas de manejo agrícola de plantas medicinais. Tais pesquisas avaliam adubação orgânica, influência de cultivos protegidos (Cromatinet, Aluminet e Sombrites) no acúmulo de biomassa e teor de metabólitos secundários, dentre outros. A Farmácia Gota da Esperança está em fase de implantação. Tem por objetivo produzir medicamentos fitoterápicos e suplementos nutricionais de qualidade, segurança e eficácia comprovadas cientificamente. O Núcleo de Estudos em Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares (NEMAC) e o Núcleo de Estudos em Produtos Naturais (NEPRON) são entidades civis, apartidárias, sem fins lucrativos, com sede e foro na cidade de Lavras – MG, é órgão destinado a congregar profissionais, comunidade em geral, professores, servidores, estudantes e produtores atuantes em plantas medicinais. Tem por finalidade promover cursos, simpósios, seminários, encontros técnicos, palestras, debates, e demais eventos que possam contribuir para fomentar os conhecimentos em Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares. Assim como, celebrar convênios com as diversas instituições que tenham interesse nesta área, além de promover constante treinamento e aperfeiçoamento de estudantes de graduação e de pós graduação em ensino, pesquisa e extensão.
Prof. José Eduardo Brasil Pereira Pinto Cultura de Tecidos Vegetais: Micropropagação, embriogênese somática e estudos de fatores que afetam metabolitos secundários in vitro. Plantas Medicinais: Cultivo sustentável de Plantas Medicinais, Fatores químicos e físicos que afetam o principio ativo das plantas medicinais. Profa. Suzan Kelly Vilela Bertolucci Concentra-se em Fitoquímica/Produção vegetal, compreendendo análises fitoquímicas quantitativas e desenvolvimento de métodos cromatográficos para análises de metabólitos secundários fixos e voláteis em plantas cultivadas in vivo e in vitro, indução de metabólitos secundários in vitro e isolamento de marcadores químicos. Atua também em parceria com outros pesquisadores em estudos fitoquímicos/atividades biológicas de interesse farmacológico e fitossanitário. Os principais interesses atuais têm-se concentrado na indução de constituintes voláteis in vitro e no estudo de óleos essenciais com potenciais atividades fitossanitárias.

José Eduardo Brasil Pereira Pinto

3829-1322

Horto Medicinal

3829-5222